31 de maio de 2009

Procura-se!

video

Nome: Jensen Ackles
Idade: 31 anos
Altura: 1,85 m
Características marcantes: sorriso malandro de lado, olhos verdes, terrível mania de ser incrivelmente sexy .


Oferece-se recompensa.


PS: por muito engraçado que seja a oferta dos mini calendários é favor devolver desta vez o original. Ficamos conversadas R.

26 de maio de 2009

"Coma alcoólico"

Ora bem, três raparigas não podem sair à noite para umas comprinhas de última hora que não aconteçam logo coisas estranhas.

  • "Ahhh já tá fechada!!" (Naturalissímo a Apapol aberta às 21h!)
  • Condutores simpáticos da 125 decidem parar a camioneta só porque a menina está um pouquinho atrasada e vem mesmo a subir a rua. "Então vá lá buscá-la" x) A-MO-RO-SO.
  • Apanhámos o Mr. D. na secção de compras necessárias. Nada como atestar a semana que ainda estava a começar.
  • Já à saída tivemos a brilhante discução do "Ah.. Se te der com as bebidas ficas em coma alcoólico sem beberes." (Lá está. Não sei porque é que ainda me dão conversa).
  • Frase da noite - "Xuxu, Muah, muah, muah".
  • E como a camioneta é bem frequentada àquela hora apareceu um belo grupinho. "Vocês são gémeas?" (Tenho a dizer que sou morena de cabelo liso e ela loira de cabelo encaracolado. AlÔÔ... Podem abrir os olhinhos?).
  • Final da noite - "Brinde ao lencinho, à Senhora Apapol, à mensagem e vá... a ires embora".
Conclusão: três raparigas só com o Mr. D podem fazer muitos estragos.

24 de maio de 2009

Querido Santo António...

vamos lá aqui esclarecer umas coisinhas rápidas. Se a Ana só precisava do Messenger para falar com Deus, suponho que aí também se leiam blogs.

Então o que se passa é o seguinte: estou bastante aborrecida contigo e com o que andas a fazer. Com tantos meses no ano pensaste o quê? “Ah e tal Maio. Trabalhos, frequências, portfolios. Bora lá chatear um bocado a ‘Mimi porque realmente ela não lá muito que fazer…”?! Acho indecente da tua parte.

A sério. Não queres deixar estas coisas assim lá mais para o Verão? Dava-me um jeitão do caraças porque agora, bolas! É tudo ao mesmo tempo.

Obrigada pela tua atenção.
Beijinho
‘Mimi

Há gente com uma grande lata...

..não há?

Agora expliquem-me. Porque é que eu é que tenho que levar sempre com elas? É que já não há paciência!

Coisas de meninas



Tenho a dizer que apesar do Cosmos estar bastante baralhado isso também afectou a capacidade de decisão de algumas pessoas.

E com isto só tenho algumas palavras a partilhar:

"Vão ser as nossas melhores três semanas"

Adoro-te <3

Novelinha

Ontem disseram-me uma daquelas frases que na altura não fazem qualquer sentido mas nas quais ficamos a matutar.

"Querida parece que vives num episódio da New Wave." by: uma das M.A.

Odeio quando dizes coisas sem nexo mas que ligam tão bem.

ARGHHHH

21 de maio de 2009

O mundo vai dar comigo em xéxé bem rápido !


Ora bem,

coisas estão a acontecer e está tudo a passar-me ao lado (Alooooo?! Será do excesso de trabalho que os senhores professores se lembraram de marcar para agora?! Enfim…)
O mundo está louco e não é queixa só minha!


  • Avós que justificam as nossas vidas como se não houvesse amanhã (“Ah, ela faz isto mas é porque tal e tal e tal”);

  • Hormonas estranhíssimas andam no ar e deixam as pessoas a dizer coisas muito fora de contexto;

  • Excesso de trabalho (Obrigadinha pela quantidade de portfólios e frequências em cima da hora);

  • Filhas que quase merecem um Óscar pela brilhante interpretação de mãe (queixa não minha);


E muito mais…

E depois ainda dizem "Essa tua cabeça anda um bom pacote de pipocas" (lá está, aprendemos sempre algo novo na faculdade às 10h da manhã).
O que vai safando no meio disto tudo, e para bem da sanidade mental, é o belo geladinho de pêssego e manga a chegar com o fim-de-semana.

19 de maio de 2009

Barriga de Telemóvel


O trabalho da faculdade acumula-se e o tempo escasseia mas esta brilhante observação merecia uma chamada de atenção por aqui.

A Keira Knightley tem “barriga de telemóvel”. By: C.

Existem raparigas que fariam tudo por um corpo assim. Qual não é o espanto quando volta ao grupo a discussão da mulher ser como o bacon! Haja quem vos entenda…

15 de maio de 2009

O Mundo ao Contrário


"Onde Vais?"
Perguntas tu,
Ainda meio a dormir.
"Não sei bem"
Respondo eu,
Sem saber o que vestir.

"Porque sais?,
Ainda é cedo,
E tu não sabes mentir."
"Nem eu sei,
Só sei que fica tarde
E eu tenho de ir."

"O Mundo ao Contrário", Xutos e Pontapés

Hoje sinto-me um bocado assim...

14 de maio de 2009

“Eu já vi um mas é raro!”




Somos relativamente palermas. Passamos a vida a discutir.

“Sai. Os mais lindos à frente!”
Fecha a porta!” (esta tira-me particularmente do sério, e tu sabes!)
“epah! Não digas bué nem ya! Tás velha para isso.”
“Dá-me o comando, !”
“Traz-me água.”

Mas no fundo é isto que nos torna uma óptima dupla (sim, mesmo quando não parece).
Isto e as belas conversas parvas à noite:
“Eu já vi um mas é raro!”

4 de maio de 2009

Puta que Pariu


Bem esta é mais uma das pérolas que chegam por e-mail à segunda-feira à noite.
Não tenho por hábito mandar as pessoas para a Puta que Pariu, mesmo quando estou extremamente irritada com a pessoa. Sempre achei que fosse uma questão de educação. Mas pelos visto é mais que isso. Trata-se até de um acto de generosidade. Quem não gosta de ser mandado para o Brasil a meio de uma terrível discussão?!
Quanto a vocês não sei, mas se me mandarem ao menos que paguem o avião. Aposto que não é um sítio mau de todo. E até tem autocarro.
Afinal o meu avô sempre teve razão e nunca quis partilhar o porquê da insistência em mandar para lá toda a gente rude.

Em tom de segredo


Hoje quero escrever. Escrever só para ti. Quase que em tom de segredo, daqueles que se dizem baixinho antes de dormir.
Adorei o teu postal, daqueles ainda à moda antiga, escritos à mão após muito pensar. Adoro estes mimos que só uma amiga sabe fazer, que só uma melhor amiga sabe o sorriso que despertam.
Porque uma amizade não tem que ter anos para ser verdadeira, basta que as pessoas se conheçam e compreendam como é o caso. Percebes coisas que para os outros são imperceptíveis e isso faz de ti um ser especial, mesmo tendo medo de filmes de terror.
Adoro-te.