3 de agosto de 2009

Odeio serviços públicos


Esta foi uma das manhãs em que ficar na cama me parecia uma opção bem mais razoável. Ninguém, em plenas férias, se levanta de madrugada para ir fazer o Cartão Único. Só isto devia ter sido facto suficiente para fazer tocar uma campainha no cérebro adormecido. Mas não… Arranjar um monte de boa vontade, praguejar pouquinho com o despertador e toca de sair da cama.

Ao chegar ao departamento comecei logo a rogar pragas internas. Serviço público a meio gás, funcionárias com ar de sono e 20 senhas (isto só pode ser a brincar) para os que foram dormir lá para a porta.
“Boa, não me faltava mais nada. Já que estou por aqui, dou um salto ao centro de saúde para pedir a pílula” – isto na maior das inocências, de que pelo menos ali seria atendida rápido e bem, além de poupar o dinheiro da pílula e as viagens à farmácia.

Chegando ao balcão, senha para cá, cartãozinho para lá e uma voz meiga pergunta do outro lado do balcão:
-Que deseja?
-Era a pílula sff. É só ir à sala das enfermeiras?
-Mas a menina é tão novinha. Ai não. Afinal já não é assim tão nova. Mas olhe que não lhe dava mais de 16. Mas sim, vá lá querida.

Tenho muito pouca paciência para estas coisas. Já para votar foi o mesmo sarilho. Mas se passo assim tão bem por dezasseis anos, queria uma super sweet sixteen party sff.

4 comentários:

Rabisco disse...

Olá, olá!
Vim agopra mesmo aqui para conhecer o teu blog!
Estou a gostar bastante do que estou a ler!
Vou ficar por cá... até já sou seguidor e tudo!

Beijinhos e até breve

'Mimi disse...

Então bem vindo Rabisco :)

André disse...

Realmente, se existe coisa para a qual tenho pouca paciência, é para a falta de simpatia da maioria dos funcionários dos serviços públicos. ; D E agora fizeste-me relembrar o assunto. ;) Tratar de assunto desses em período de férias então, é de cortar os pulsos. ; D

Hey, por acaso também padeço do mesmo problema, ninguém me dá a idade que tenho na realidade, passo sempre por muito mais novo, mas encaro isso como não necessariamente mau, acredito que daqui a uns anos nos dará muitíssimo jeito, não? ;D

Beijinho grande. ; D *E volta sempre. ;D

'Mimi disse...

Sim André também já vejo as coisas assim e quando me dizem isso penso sempre: "Bem.. pelo menos quando tiver 40 posso sempre tentar passar por 30" :P