9 de fevereiro de 2010

Mimi, a distração em pessoa


Há uns anos a minha mãe teve a infeliz ideia de me dar dois nomes próprios. Ficava fofinho, era moda, olha que coisa mais bela, and so on... Mas pouquíssima gente tem a ideia peregrina de me chamar pelo primeiro nome.

Hoje estava sentadinha, quieta, sem fazer mal a ninguém quando decidem fazer uma pergunta à turma. Perguntaram, voltaram a perguntar e só depois de um toque da colega do lado e de um olhar furioso na minha direcção é que percebi que era para mim!

Conclusão: ter dois nomes é um perigo e valeu o resto da aula a rir. O que vale é que a dona A. é uma querida e lá percebeu...

10 comentários:

Ariel disse...

Lol
Por acaso nunca tive esse problema. Desde pequena que havia gente que me chamava por um nome e outros pelo outro =P

Beijinhos

Megan disse...

Ai nem digas nada, já me aconteceu tantas vezes isso!

Ana disse...

já estou tão habituada a chamar-te pelo 2º nome (ou até mesmo Mimi e/ou tenrinha), que se te chamar pelo 1º acho que não me ligavas nenhuma :P


beijinhos, minha tenrinha =D

Anónimo disse...

Despistada =P
Bem que podiam passar o dia todo a chamar te que se não te tocassem tu nao ias perceber nunca =P

'Mimi disse...

É que toda a gente me trata pelo segundo nome. É rarissímo alguém chamar pelo primeiro então nem respondo :P

Tanyloving disse...

:D Essas situações tornam-se engraçadas:D:D

Tenho colegas assim:P

'Mimi disse...

Sorte é que dá sempre para rir um bocado :P

Anónimo disse...

O comentário anónimo é meu =P
André

piccolina disse...

ahah
isso acontece-me algumas vezes, não da mesma forma como a tua, mas é tão estranho quando me chamam pelo 2º nome (toda gente me trata pelo 1º nome ou pelo apelido).

Beijo

A miuda dos saltos altos disse...

loool A mim também me acontece isso :)