24 de setembro de 2010

Dilema

Imaginem lá:

Viram o namorado de uma amiga com outra ou a namorada de um amigo com outro...

Como é? Isto é para ficar caladinho e não é nada connosco ou o amigo deve saber?

12 comentários:

Hyndra disse...

Ui! Perguntas muito bem! É daquelas coisas para dar que pensar. Não te sei responder... acho que só se passasse por isso é que poderia saber como agir.

Mas olha, posso dizer é que se estivesse no lugar da(o) amiga(o) que está a ser enganada(o), ia gostar que me contassem, mesmo que pudesse ficar melindrada/envergonhada ao início.

André disse...

a resposta é óbvia!!!


és amiga ou cúmplice em primeiro lugar??

. a dúvida é se dás a oportunidade de quem viste com outra pessoa dizer cara a cara e assumir o erro.

mas a tua pergunta nem se devia colocar

Inês Barata disse...

Fala com o teu amigo/a que cometeu o erro de estar com outra/o. Tenta chamá-lo à razão.
Eu já tive numa situação parecida. Era amiga tanto do homem como da mulher. E disse-lhe: "ou contas tu ou conto eu, não consigo ser cínica ao ponto de esconder o que sei que fizeste".
Depende de cada pessoa. Se achas que deves contar à pessoa traída, conta. Estás no teu direito e a mostrar a pessoa verdadeira que és *

Anónimo disse...

Isso é muito diferente de resolver...mas acho que se devia contar ao amigo. Acho que havias querer saber se fosse ao contrário. =)
André

happy day´s disse...

Ola.
Se não tens provas concretas do que viste, o melhor é ficares calada e tenta apanha-lo (a) novamente e tira fotos ou assim, senão, quem vai acabar por ficar mal es tu!!

Leila Reis disse...

além de não ser nada connosco, se é mesmo amigo(a), eu dizia.

Becas disse...

Amigo que é amigo não quer o amigo faça figura de parvo. Vai daí, o melhor mesmo é contar.

Claro está se a "visão" foi realmente nítida e tiveres a certeza absolutinha do que viste.

Já me aconteceu ter de contar...

C. disse...

se é amigo...o amigo deve saber claro!

Anne Katherine disse...

Boa tarde, só hoje é que vi a sua msg no meu blog, gostei imenso, pois dar as boas vindas, revela estar disponível para o que vêm, o que realmente me inspira.
Obrigada =)

Ao dar uma olhadela no seu blog, tenho a dizer que, os seus pensamentos concretos, e diga-se de passagem, muito bem colocados, ajudam outras pessoas a pensar.

Nem sempre quem está à nossa volta encontra-se disponível metaforicamente falando, para ouvir as nossas indagações.
Pois o nosso calo doi sempre mais do que o do vizinho.

Contínue ;) Porque escrever, consegue expor aquilo que os outros por vezes querem calar!

verniz escarlate disse...

Depende das pessoas. E da situação. Mas eu era pessoa para contar.

L'Enfant Terrible disse...

Cada um sabe de si, mas parece que nos sentimos cumplices pelo nosso silêncio!

R* disse...

o amigo deve saber...