28 de setembro de 2012

Depois queixo-me do karma


Mas vocês não imaginam como me diverti ao ver o marido de uma pessoa que me fez a vida negra durante meses sair de um restaurante de mão dada com uma loira giríssima da minha idade.
Eu não posso ser muito boa pessoa.

4 comentários:

Palavra Já Perdida disse...

LOL má :P

Plim disse...

Aii que horrorde pessoa que tu és!! =O
Eheh

Green disse...

Bem... que situação, mas entendo que te tenha dado gozo.

Janny disse...

é daqueles momentos em que eu me costumo intitular de princesa venenosa, ahah