2 de dezembro de 2012

Dos amigos



A P. diz que para eu ter vergonha tinha que nascer pelo menos mais duas vezes.
Diz que tem pena dos rapazes que me conhecem.
Diz que eu sou um pequeno homem apesar de parecer uma rapariga.
Diz que escolho os homens a dedo e que todos eles me tantam marcar de qualquer maneira. [Admitam, nenhum rapaz normal faz um R no cabelo por vocês ou vos quer oferecer uma fita para o cabelo com o vosso nome...]

Mas é também aquela pessoa a quem posso mandar mensagem de madrugada e que me põe no lugar as ideias.
É a pessoa a quem ligo quando o meu mundo está prestes a acabar sem razão aparente. 
É a pessoa com quem visito a sua futura casa apesar de ainda não nos ter saído o Euromilhões.
É com ela que posso contar para tudo.

Afinal, não é para isso que são os melhores amigos? ;)

7 comentários:

Lady Me disse...

É sim. Se não forem eles quem é que nos atura?

Janny disse...

é sim, para isso tudo e ainda mais :)

Palavra Já Perdida disse...

Sem dúvida que são :)

cereja disse...

É sim e tens muita sorte em teres alguém para ligares durante a madrugada :)

OrquideaBranca* disse...

é tão bom isso acontecer :)

Green disse...

Sem dúvida!

Anónimo disse...

Gosto disto querida =)
Amigos são para o bom e para o mau... estao sempre lá... Ontem, hoje e no futuro. Sempre a fazer historias =P
Bjnhs Pat*