22 de março de 2011


Sinto que estou prestes a bater de frente com uma parede e, ainda assim, corro para ela forte e feio!

Depois quando eu vier chorar batam-me. Muito
Para ver se ganho juízo de vez!

17 comentários:

MRPereira disse...

Eu não farei isso... Tens direito a errar e, se o fizeste, foi porque pensaste que não o estarias a fazer!

Se mais ninguém te ouvir, podes sempre mandar-me um mail! Eu terei todo o prazer!

Beijo

Marcia_Oliveira disse...

Hey, então? O que se passa?
Calma! Vai tudo correr pelo melhor, vais ver. Um beijinho *

Anónimo disse...

Não preocupes, eu bato ;)
André

'Mimi disse...

Por enquanto está tudo bem :) o percurso é muito divertido. Quando bater é que vai ser a sério.

André tu não bates coisa nenhuma que tu é que empurraste :P

mari disse...

se o percurso é divertido é isso que importa :) :) (não te fies ainda no final)

mary disse...

se calhar a parede é daquelas como a do filme do Harry Potter e desfaz-se e do outro lado tens um mundo mágico!

cairs disse...

às vezes é preciso ir contra a parede para ganhar juízo! ;) força nisso!

Sonhadora disse...

Às vezes a melhor força de aprendermos é batermos mesmo com a cabeça... Por isso olha... Deixa-te ir :P

Ana Gonçalves disse...

ás vezes essas coisas fazem bem, e até pode ser que não seja como pensas :D

siceramente disse...

vou-te dar uma tareia que nem imaginas!

Amelie disse...

Às vezes é preciso bater mesmo, para aprender. Mesmo quando sentimos que a coisa não vai dar bom resultado.

Ju disse...

Se for o necessário para ganhares juízo porque não? :)

lm disse...

ahah, que bom que há alguém com o mesmo problema que eu. pensava que era a única a cair sempre no mesmo! mas fica combinado: quando viermos chorar, batemos as duas! beijinhoo

Teddy disse...

Eu faço questão de te impedir de bateres com muita força, okey? ^^

Anónimo disse...

Ui, se é o que tou a pensar então deves ter brevemente novidades para me contar =P
Eu vi logo que eu estava a pensar no assunto certo quando vi esta publicação =P
André

Green disse...

combinado!

Maria disse...

Às vezes a melhor forma de aprender é mesmo bater de frente contra a parede. Depois de percebemos o que doi já não batemos mais, se formos inteligentes claro! :)