17 de setembro de 2011


Aquilo que sou devo-o a ti. À tua presença mas sobretudo à tua ausência. 

Estiveste sempre lá. Quando precisei, quando não precisei, quando parecia que o mundo ia acabar, quando estava doente, quando estava apaixonada, quando estava desiludida, quando morri para o mundo. Foste tudo o que uma melhor amiga pode e deve ser.

E depois partiste. Logo na fase em que mais precisava. Não sabia se chorava a tua perda se a minha. Já não sabia quem era, o que era e o que fazia aqui. Todos os dias sentia, e ainda sinto, a tua falta. 

Mas celebro a tua vida, não a tua partida. 
Porque as melhores amigas são eternas.


7 comentários:

Palavra Já Perdida disse...

VEnha quem vier, aconteça o que acontecer.
Quando é especial e verdadeiro, a vida permanece ! ***

Pusinko disse...

:)
É assim mesmo. Celebra a vida e a tua melhor amiga nunca parte.

Any =D disse...

Espero bem que sim. E normalmente também enviam e-mail antes, mas até agora nada :S

E concordo contigo, as melhores amigas são eternas, mesmo que só no coração!

Força ;)

Inês disse...

as melhores amigas são mesmo eternas <3

mari disse...

se a partida foi opção então é porque ainda vais ter alguém ainda mais especial ... **

Rafaela disse...

está muito bonito!
as pessoas especiais levam sempre um pouco de nós...

Green disse...

Sem dúvida, dói muito mas guardamos sempre em nós o melhor da pessoa.